sexta-feira, 17 de novembro de 2017

Opinião :: Na Boa! | Diogo Faro

Título: Na Boa!
Autor: Diogo Faro
Editora: A Esfera dos Livros
Ano: 2017

Sinopse:
Ser feliz na Dinamarca e noutros países prósperos é fácil. Com uma boa lareira por perto e um ordenado confortável para se fazer umas viagens aos trópicos duas ou três vezes por ano, quem é que consegue ser infeliz?
Já a felicidade em Portugal, onde o salário mínimo é mesmo mínimo, os transportes públicos estão sempre atrasados e é preciso dormir à porta da Segurança Social para se ser atendido, é um assunto intrigante que desperta o fascínio da comunidade científica mundial. É, de facto, um case study que merece ser escrutinado e compreendido em toda a sua profundidade – até porque, segundo sondagens recentes, cerca de 97% dos portugueses são felizes. Porquê? Porque levam a vida, passe a expressão singela, «na boa».
Esta é uma das conclusões mais interessantes dos estudos aprofundados que, desde o início do novo milénio, têm sido levados a cabo pelo Instituto Português dos Altos Estudos para a Felicidade (IPAEF), os quais são divulgados pela primeira vez com a publicação desta obra.
Numa linguagem rigorosa, mas acessível, o presidente e fundador do IPAEF, Diogo Faro, que tem percorrido o mundo a dissertar sobre este fenómeno em palestras de acesso restrito, explica agora ao grande público o extraordinário segredo da felicidade do povo português. «“Na boa”, “um gajo safa-se”, “claro que se desenrasca isso”, os problemas resolvem-se e a vida leva-se de sorriso na cara», escreve o autor. «Com mais ou menos sobressaltos, descobrimos constantemente maneiras de saltar de nenúfar em nenúfar, mesmo quando à nossa volta tudo é um lago de problemas.»
Porque de vez em quando é bom olharmo-nos ao espelho e gostarmos do que vemos, a leitura deste livro fará o leitor sentir-se ainda mais feliz. Por si. Pelo seu país. Por todos nós.

Opinião:
Nos últimos tempos, a publicação de livros sobre os segredos para a felicidade e bem-estar tem sido recorrente; começou com a Dinamarca, passou já pela Suécia... e Portugal não podia ficar de fora! Tudo isto quase se parece com uma guerra de modos de vida para ver quem é que vive melhor e mais feliz... Atenção: não li os outros livros e não tenho nada contra esses ideais (até gostava de os ler); apenas acho essa disputa saudável e curiosa. E Portugal, com esta dissertação, junta-se ao grupo da maneira mais portuguesa possível!
Na Boa! é um livro cómico, cheio de ironia, mas que tem também o seu lado mais sério, ao nos fazer lembrar das pequenas coisas tão características do nosso país que são capazes de nos distinguir e nos dar orgulho da nossa nação, o que nos proporciona boas sensações e, consequentemente, felicidade!


O livro não poderia ter começado da melhor forma, ao falar sobre os conhecidos 3 F's: os originais Fátima, Futebol e Fado, bem como a referência ao Festival da Eurovisão deste ano, que ainda hoje me deixa incrédula e me faz arrepiar só de me lembrar desse dia...
Mas bem, o livro não se cinge a isso e tem inúmeros aspectos bem portugueses sobre os quais Diogo Faro fala e, muitas vezes, satiriza. Admito que desatei a rir muitas dessas vezes, porque de facto algumas das sátiras já me passaram pela cabeça e, vê-las escritas no livro, fizeram-me crer que não sou a única a pensar assim!
A acompanhar o texto, podemos ver várias imagens e fotografias pessoais do autor. Aliado ao facto de o livro ser pequeno, lê-se rapidamente. Diria mesmo que se lê numa tarde, na boa!
Adorei lê-lo! Vale a pena pela boa disposição que proporciona e pelo lembrete de que ser português é bom!

Sem comentários:

Enviar um comentário