quarta-feira, 21 de junho de 2017

Opinião :: Noites Escaldantes | Sylvia Day

Título: Noites Escaldantes
Autora: Sylvia Day
Editora: Chá das Cinco (Saída de Emergência)
Ano: 2014

Sinopse:
Connor é um guardião dos sonhos e está presente em todas as fantasias eróticas de mulheres. Ao vaguear no mundo etéreo, oferece às mulheres prazeres inimagináveis. Mas ele sabe que um terrível perigo ameaça destruir o seu mundo, bem como o mundo dos mortais, e assim é forçado a viajar à terra… e cair nos braços da sedutora Stacey Daniels.
Stacey sempre se sentiu atraída pelo tipo errado de homens e o homem musculado e de aparência viking que lhe surge à porta não é exceção. Mal consegue acreditar que o guerreiro ferido vem de outro mundo, um mundo onde sonhos eróticos são necessários para sobreviver, um mundo cheio de perigos que ele trouxe para a sua casa. Connor descobre conforto na paixão entre ambos e sente Stacey a render-se às suas promessas, mas apenas o tempo poderá dizer se isso será suficiente para derrotar o inimigo que o persegue…


Opinião:
Tenho de admitir que este livro me desiludiu. Atirei-me a esta leitura com demasiadas expectativas e não o deveria ter feito. O início da história não me cativou o suficiente para manter uma leitura regular, o que me fez deixar o livro de lado e ir lendo um dia ou outro, se me apetecesse. Acho que não estava à espera de tanta fantasia/distopia e isso foi o que menos me despertou interesse. Todavia, comecei a estar mais interessada na história nos últimos capítulos, altura em que ela ganhou mais acção e suspense. O final mostrou-se um pouco previsível e cliché, mas até gostei.
Tratando-se de um romance erótico, existem muitas cenas de sexo. E não, não são cenas leves... São bastante explícitas e descritas numa linguagem forte, recorrendo muitas vezes ao calão. De certa forma, é o que se espera nestes casos, não é?
Posso dizer que apreciei o romance que existe na história, mas esta não me marcou. Se eu fosse amante de distopias, acredito que tivesse gostado mais. Portanto, recomendo este livro a quem gostar de histórias fantásticas misturadas com um romance picante!

domingo, 18 de junho de 2017

Quando o Inferno desceu à Terra...

Incêndio em Pedrógão Grande
Chocante. Inacreditável. Inimaginável. Abomino os incêndios, mas este deixou-me particularmente transtornada. Que horror, que inferno... Tantas vítimas... O meu pensamento está em vocês e em todos os bombeiros e voluntários envolvidos, quer neste, quer em todos os incêndios que actualmente deflagram.

sábado, 17 de junho de 2017

Livro recebido :: "Voo Fantasma"

Boa tarde! Hoje tenho para partilhar convosco este novo livro: Voo Fantasma, de Bear Grylls. Além de escritor, Grylls é um famoso apresentador e aventureiro, conhecido principalmente pelo seu programa de televisão Man vs Wild. Penso que vou encontrar muita acção e mistério neste thriller inspirado em factos reais.

Título: Voo Fantasma
Autor: Bear Grylls
Editora: Marcador
Ano: 2017

Sinopse:
Uma mãe e um filho raptados de forma selvagem numa montanha cercada pela neve.
Um soldado leal, torturado e executado num lugar remoto da Escócia.
Um avião perdido, finalmente descoberto no coração da selva amazónica, que esconde um segredo perigoso que poderá libertar o mal na Terra.
Uma corrida desesperada para vencer uma conspiração assustadora nascida nos dias mais negros da Alemanha nazi.
E há algo que une tudo isto. Só um homem pode desvendar o segredo. Will Jaeger. O Caçador.

quarta-feira, 14 de junho de 2017

Review :: Jais | Jason Kasper

Title: Jais (David Rivers Series #1)
Author: Jason Kasper
Publisher: Jason Kasper
Year: 2016
Synopsis:
Welcome to the war.
David Rivers returns from combat to find the silence of peace deafening. Escaping into the thrill of BASE jumping keeps a darkness growing within him at bay, until a discharge from military service pushes him over the edge.
After brutally settling his final score, David is confronted by three men who emerge from the shadows, having watched unseen as he committed ruthless, cold-blooded murder.
Now, they want him to do it again.
David undertakes the single most dangerous assignment of his life, earning admission into the dark underworld of ex-special operators for hire and plunging headlong into a new war, where victory is defined by profit and the rules are set by the highest bidder.

But as the stakes - and the payoff - continue to rise, his pursuit of the impossible is turning into a battle for survival, and David must confront the growing realization that his greatest enemy may not be within after all. 
Jais, the debut novel by Jason Kasper, is the first book in the David Rivers Series.

Review/opinion:
I won this book on Goodreads and, in return, I must write a honest review of it.
First, I must say that this is not my favorite book genre at all. Perhaps, that's why I didn't like it as much as I wanted, because I always make an effort to enjoy every book I read.
This is a book about war. So, most of the excerpts are violent, heavy and sometimes the descriptions are quite explicit. While reading these parts, I felt a bit uncomfortable and now and then I didn't pay much attention on it.
Besides that, I found other things much more interesting about the story related to the main character, David Rivers, such as his problems and struggles in life. He writes about them and through it we can see how psychologically damaged he is. Thus, the depression and suicide issues are very present here.
Sometimes, romantic excerpts appear and, for me, as a romance fan, those are the best parts, although they are few and not as developed as I'd enjoyed. Anyway, this is not a romance book!
Final thoughts: my personal taste didn't allow me to enjoy very much the story but I didn't totally disliked: it was OK. I think it is a good book for thriller lovers because of its adrenaline.
The author's way of writing is appropriate for this type of story, which is a good aspect.
Once more, I must thank the author for the opportunity to read this book and I wish all the best for his career!

domingo, 11 de junho de 2017

Manias de leitora #2

Páginas vincadas... Nada como um simples marcador para as evitar!
Páginas vincadas, capas marcadas, folhas soltas... Quem mais não suporta ver isso?
Eu detesto! 😒
Adoro os meus livros e estimo-os o melhor que posso! Não sou propriamente maníaca, mas gosto de ver os livros em bom estado. Assim, quando alguém me empresta algum, tenho todo o cuidado em devolvê-lo como estava; da mesma maneira, quando empresto um dos meus, espero que seja bem tratado!

quinta-feira, 8 de junho de 2017

Opinião :: Flashback - Memórias Esquecidas | Orquídea Polónia

Título: Flashback - Memórias Esquecidas
Autora: Orquídea Polónia
Editora: Chiado Editora
Ano: 2016

Sinopse:
“O ar estava carregado, os meus sentidos alertavam-me que algo de negativo se passava lá. As paredes altas de cimento davam-me a sensação de estar presa. O chão de madeira a chiar debaixo de mim provocava-me arrepios.”
Após um misterioso acidente, Anabela acorda sem qualquer memória daquilo que teria sido a sua vida. Assim, vê-se envolvida num mar de incerteza e solidão, sem qualquer vestígio da pessoa que fora um dia. As suas novas amizades permitem-lhe ir descortinando o seu passado, encontrando toda uma vida prévia ao acidente: uma família, uma casa luxuosa e um marido. No entanto, aquilo que ela descobre também a coloca em perigo e as suas memórias tornam-se alarmes sonantes de um passado imperfeito. Deverá Anabela confiar na vida que tivera um dia e nas pessoas que lhe eram próximas? Ou deverá construir um novo caminho segundo o que lhe dita o coração?

Opinião:
Tenho de admitir que a sinopse deste livro é muito convidativa e encheu-me de curiosidade para descobrir todo o mistério neste período da vida de Anabela. De facto, é possível que muitos de nós já tenhamos questionado como seria a nossa vida se sofrêssemos algum acidente e nos esquecêssemos de tudo aquilo que fomos, fizemos e conhecemos. O que faríamos? É focando nesta questão que a autora nos dá a conhecer (a nós, leitores, e às próprias personagens) a vida de Anabela.
O tema da história é muito interessante, no entanto penso que poderia ter sido muito mais desenvolvido. A acção desenrola-se demasiado rápido e, por vezes, de forma muito previsível. Cheguei até a comparar este enredo com a série Inspector Max, em que o crime, a investigação e a resolução do caso acontecem em meia hora e acaba tudo em bem. Mas, atenção, não é por isso que deixamos de ver, pois não? :)
Apesar dos aspectos negativos, gostei da história: teve suspense, romance e acção e abordou vários assuntos que se ouvem falar no quotidiano. As ideias foram boas; só faltou mesmo desenvolvê-las!
Este livro é pequeno (não chega às 150 páginas) e eu li-o numa manhã e numa tarde de Domingo. Acho, por isso, uma boa leitura de fim-de-semana: leve, fluída e nada maçadora.

segunda-feira, 5 de junho de 2017

Colecção "Ler Faz Bem" da Revista Visão #6

Viva! Já tenho o sexto exemplar da colecção Ler Faz Bem: este mês é o livro O Alienista, do escritor brasileiro Machado de Assis. E num instante já vamos a meio da colecção!
Quem também já o tem?

Título: O Alienista
Autor: Machado de Assis
Editora: Cardume Editores
Ano: 2017

Sinopse:
Quem é louco? Esta é a questão que Machado de Assis se coloca neste conto, publicado entre 1881 e 1882 na revista carioca A Estação e logo de seguida no volume Papéis Avulsos. O Alienista conta a história do eminente doutor Simão Bacamarte, médico e dedicado estudioso da mente humana, que decide construir a Casa Verde, um hospício para tratar os doentes mentais na pequena cidade de Itaguaí. Nesta narrativa, Machado de Assis mostra-nos que tudo é relativo e a normalidade nem sempre é aquilo que a ciência e os factos atestam de forma absoluta.