quarta-feira, 10 de maio de 2017

Música :: 1.ª Semi-final do Eurovision Song Contest 2017

Não me lembro de ansiar tanto pelo início do Festival Eurovisão como desta vez! O Salvador Sobral foi sendo visto cada vez mais como um possível vencedor e isso criou em mim e em todos os portugueses uma grande expectativa. Além disso, estava ansiosa por conhecer as outras canções, já que eu gosto de as ouvir pela primeira vez apenas nas apresentações ao vivo.
Não vou comentar cada actuação, pois isso levaria muito tempo; vou somente partilhar as minhas preferências e comentar os finalistas no geral.
Ontem, a aplicação Eurovision disponibilizou uma nova funcionalidade que permite ao público votar aquando de cada actuação, de 1 a 12, sendo que cada pontuação equivale a uma cor. No fim da actuação e com os valores somados, a cidade de Kiev é iluminada com a cor correspondente, mostrando o apoio dos fãs eurovisivos e dando também uma ideia da pontuação para aquela música. Achei uma ideia muito boa e utilizei a aplicação para fazer o meu top 10, apesar de na altura ainda não ter percebido bem como funcionava a questão das luzes e acabei por não as ver (podemos ver por webcam na app). Adorava ter visto quando actuou o Salvador!...
Passemos então às músicas. Até não fiquei desiludida com as canções escolhidas: pensava que iria ser tudo muito semelhante e isso acabou por não acontecer. Houve variedade, apesar de serem todas em inglês e de algumas serem mais do mesmo... Mas pronto...
Assim, as músicas que adorei foram a de Portugal, da Finlândia e do Azerbaijão, nesta mesma ordem. Não pude mesmo deixar de mencionar a nossa música, pois gosto ainda mais dela cada vez que a volto a ouvir. E ontem o Salvador foi brilhante! No centro da arena, rodeado pelos espectadores, no meio de um mar de pequenas luzes e com um fundo mágico, ele mostrou que a simplicidade também é uma característica eurovisiva e os tiques dele que tanta gente comentou e gozou (até eu!) dão, afinal, um toque muito mais bonito à apresentação e à passagem da mensagem da canção. Vocês viram aquela prestação? O público fez silêncio para ouvir a voz maravilhosa do Salvador, uma voz melodiosa que se ouviu em português! Foi um momento de orgulho arrepiante!


A minha segunda canção favorita foi, sem dúvida, a da Finlândia. Nunca imaginei que fosse uma canção tão calma e angelical. Fez-me lembrar a música norueguesa que ganhou em 1995 (no dia em que eu nasci!). Pela primeira vez, votei numa canção do ESC e foi nesta. Fiquei tristíssima quando vi que não passou à final... Hyvää Suomi, olet sydämessäni!


A música do Azerbaijão espantou-me. Nunca pensei que fosse gostar tanto desta música. Adorei, adorei mesmo!


Quanto às outras, houve algumas que gostei, como a da Albânia, da Arménia, do Chipre e da Austrália. Achei graça à da República Checa por ser um registo diferente e inesperado e também à da Eslovénia. Fiquei mais desiludida com a da Suécia e da Moldávia, pois tornam-se demasiado repetitivas e cansativas. As restantes passaram-me ao lado.
O momento das votações foi hilariante quando chegou à parte de Portugal. Viram as caretas dos manos Sobral? Além de inesperado, foi original e acho que cativou ainda mais as pessoas! O que me ri! Eles são tão genuínos! Caramba, adorava conhecê-los!
Chegou o momento de mais ansiedade: o de saber os resultados. Estava quase certa de que íamos passar, mas mesmo assim custou um bocado, principalmente ao ver alguns países menos merecedores a passar... Felizmente não sofri como em 2008, quando a Vânia Fernandes foi a última a ser anunciada finalista. Foi sofrer até ao fim, mas foi também um momento memorável para todos! Ah, e ontem quando anunciaram Portugal, a reacção do Salvador voltou a ser cómica, do género "Ohh, estou na final, não estava nada à espera!"! Este Salvador é o máximo!
E assim chegámos ao fim da primeira semi-final, já com o nosso lugar reservado na final de Sábado. Sete anos depois quebrou-se o enguiço e conseguimos chegar lá! E será que vai ser desta que vamos ganhar? A música tem tudo para ser vencedora! Como eu gostava que fosse, seria uma prenda de anos tão boa! Sonhar não custa... ☺

Sem comentários:

Enviar um comentário