quinta-feira, 21 de dezembro de 2017

Opinião :: Pede-me o que quiseres ou deixa-me | Megan Maxwell

Título: Pede-me o que quiseres ou deixa-me
Autora: Megan Maxwell
Editora: Editorial Planeta
Ano: 2014

Sinopse: 
Judith e Eric regressam da viagem de lua-de-mel depois de um casamento de sonho. Ele sente-se o homem mais feliz do universo e não imagina a vida sem ela: apesar disso, os ciúmes e o desejo veemente de a proteger assolam-no repetidamente.
Por seu lado, Judith está maravilhada com o seu Iceman e tenta ver sempre tudo pelo lado positivo, embora em mais de uma ocasião fique com o pescoço cheio de chupões…
Desfruta de Eric e dos jogos sexuais, excepto quando ele lhe sussurra que um dos seus maiores desejos é ter um filho com ela.
Pede-me o Que Quiseres ou Deixa-me é uma intensa e atrevida história de amor, recheada de atracção e erotismo, onde os protagonistas lutam por preservar a relação, apesar de o preço que terão de pagar ser demasiado alto.
Megan Maxwell conclui assim esta saga erótica repleta de emoções e paixão.

Opinião:
Pede me o que quiseres ou deixa me tem um título ainda mais empolgante do que o segundo livro, já que dá a entender que nem tudo o que se passa na vida do casal Zimmerman é um mar de rosas, de tal modo que um deles acabará por fazer essa questão.
Neste livro, esperei ficar a par da vida oficial de casados de Judith e de Eric e, tendo em conta o título e o arrufos a que já me habituaram, saber se eles conseguiriam vingar a relação.
Sendo o término da saga, esperei igualmente um final feliz (o meu espírito romântico deixa-me sempre expectante) e li o livro com grande avidez, tal como os anteriores. Foi com alguma ansiedade que li algumas partes mais tensas, mas no geral foi uma história feliz, que me agradou muito.

No cômputo geral, a saga Pede me o que quiseres foi muito agradável de seguir. Conheci duas pessoas completamente diferentes que se apaixonaram fervorosamente e que descobriram juntas um mundo íntimo que ainda é do desconhecimento de muita gente.
A história teve muito erotismo e paixão, mas também marcou pelo amor (pelo parceiro, família e amigos), pela confiança, pelo valor da amizade, pelas diferenças culturais (muito calor de Espanha e muita frieza da Alemanha!) e até pelo humor! Houve muitos altos e baixos na história, e ainda bem, pois assim não se tornou maçuda.
Os livros são grandes mas lêem-se muito bem, principalmente se este género de romance for o preferido do leitor!
Gostei mesmo da história e vou ter saudades de Judith e de Eric!

Sem comentários:

Enviar um comentário