quarta-feira, 25 de maio de 2016

Opinião :: A Descoberta da América pelos Turcos | Jorge Amado

Resumo e opinião:
Pela altura das comemorações do Quinto Centenário da Descoberta da América, Jorge Amado e mais dois escritores do continente americano foram convidados a escrever uma história para uma empresa de aviação italiana. No entanto, o projecto não foi avante, mas a sua obra já tinha sido publicada noutros países e feito sucesso.
Este romancinho fala-nos dos turcos (designação dos brasileiros para todos os árabes, sírios, libaneses, ...) que descobriram o Brasil em 1903. O sírio Jamil Bichara e o libanês Raduan Murad foram colegas de viagem para o Eldorado do cacau, no Sul da Bahia, em busca de melhor vida. Jamil instalou-se em Itaguassu enquanto que Raduan ficou-se por Itabuna, mas por vezes Jamil deslocava-se até lá onde reencontrava o amigo e se divertiam juntos.
Num momento de descanso, Jamil recordou-se de quando foi aconselhado por Raduan a fazer sociedade com Ibrahim Jaret n'O Barateiro caso se casasse com Adma, a sua filha mais velha. Das suas quatro filhas, Adma era a menos bonita e a única solteira, já na idade de se casar. Como a situação na loja e no lar estava complicada, Ibrahim falou com Raduan para o ajudar a procurar um pretendente para a filha e para a administração do negócio. É no desenrolar da história que conhecemos o desfecho deste problema.
O romance é pequeno e muito agradável de ler, pois inclui inúmeros pormenores humorísticos proporcionados pela escrita um tanto desbocada de Jorge Amado. É de leitura rápida e que nos traz algumas gargalhadas. Gostei.

Sem comentários:

Enviar um comentário