terça-feira, 8 de novembro de 2016

Opinião :: O Menino Que Pedalava | Cassia Cassitas

Título: O Menino Que Pedalava
Autora: Cassia Cassitas
Editora: Pandorga
Ano: 2015

Sinopse:
Quando Elizabeth viajou à África do Sul deixando Mário em meio à preparação dos Jogos Olímpicos de 1992, eles não imaginavam que ali começava a verdadeira jornada que mudaria suas vidas.
De volta ao Brasil, Elizabeth deu a luz ao menino André, que, contrariando todas as expectativas, se interessa pelo ciclismo. Com a ajuda dos pais, de seu treinador e de um empenhado médico, André passa a conviver com uma nova realidade. muitas vezes difícil de entender e de lidar.
As dificuldades em se adaptar a complicada rotina de atleta, o temperamento rebelde, a superproteção dos pais e as inquietações e desejos de qualquer adolescente vão sendo deixados para trás, enquanto nosso herói corre em direção as Paraolimpíadas de Pequim.
Mais do que uma simples história de superação e garra, O Menino que Pedalava é um relato impressionante que tem o poder de despertar em nós o espírito adormecido da solidariedade, da coragem e da luta por um ideal, em um momento mais do que oportuno, quando André se prepara para competir nas Paraolimpíadas do Rio, em 2016.

Opinião:
Foi com grande curiosidade e vontade que li este livro, pois os seus temas principais são do meu agrado: os Jogos Olímpicos e Paralímpicos e as viagens. O Menino Que Pedalava conta a história de Elizabeth e Mário que, ao trabalharem para o Comité Olímpico Internacional, se conhecem e as suas vidas se unem para sempre. Viajando para as cidades anfitriãs dos Jogos, é numa delas que Elizabeth descobre que está grávida. Porém, devido à falta de cuidados ainda antes de descobrir a gravidez, o seu filho André nasce com uma deficiência física, mas nem por isso limitadora. É em torno da sua história de vida que a narrativa se desenrola, mostrando ao leitor a resiliência e a superação de todas as dificuldades que André vai encontrando pelo caminho, este menino que desenvolve uma paixão pelo ciclismo e que sonha chegar aos Jogos Paralímpicos.
Durante a leitura, senti-me a viajar com as personagens pelos vários países e emocionei-me com toda a história. Cassia Cassitas descreve os lugares e as emoções de uma forma simples mas directa, partilhando igualmente mensagens de apoio e coragem para os mais desmotivados.
Foi um privilégio (e, de certa forma, uma coincidência!) ter tido acesso a esta obra no mesmo ano em que decorreram os Jogos no Rio de Janeiro. Uma vez que a história do livro terminou com as preparações para os mesmos, tive a sensação de que já assisti à continuação da vida de André, quando segui os Jogos pela televisão.
O livro é muito bom e recomendo àqueles que tiverem oportunidade de o ler, por todas as razões que já mencionei.
Mais uma vez, o meu muito obrigada a Cassia Cassitas pelo exemplar autografado e pela história inspiradora que partilhou com o mundo!

2 comentários:

  1. Olá Ana,

    Chegou o Swonkie, uma plataforma de gestão de Redes Sociais onde consegues escrever e publicar os teus posts do Blog com análise de SEO e partilhar ou agendar em várias redes sociais em segundos. Consegues ainda ter as estatísticas das tuas publicações e acesso à nossa comunidade de Bloggers.

    Gostaríamos de te convidar a usar o Swonkie com o teu Blog.

    O Swonkie é o melhor amigo dos Bloggers, e desenhamos isto a pensar em Blogs como o " Momentos Literários ".

    A nossa equipa estará em Swonkie.com para te conhecer. Contamos então contigo :) ?

    P.S - Tivemos de entrar em contacto contigo porque não encontramos o teu email no blog.

    Até Já.

    Equipa Swonkie

    ResponderEliminar
  2. É sem dúvida uma boa opinião do livro! :)

    Beijinhos.

    ResponderEliminar