segunda-feira, 21 de novembro de 2016

Opinião :: Domingo, o Jogo | Cassia Cassitas

Título: Domingo, o Jogo
Autora: Cassia Cassitas
Editora: VerdesTrigos/KindleBookBr
Ano: 2010

Sinopse:
Vai mais longe quem vê nos olhos o que as palavras não dizem. Quem sente no toque da pele envelhecida o frescor das histórias que o olhar úmido esconde. Mas muitos só conseguem ouvir buzinas. Não percebem os instrumentos, a sinfonia da vida, os gritos dos sonhos sufocados no peito. Perdem a capacidade que as crianças têm de intuir a verdade nos olhos. Aceitam as regras, mas não as pessoas. É esse o jogo que você aprende a alterar, resgatando da infância possibilidades esquecidas.

Opinião:
Quando vi a capa deste livro, questionei-me: Domingo, o Jogo? Será um livro sobre um jogo ao Domingo? E o que a capa tem a ver com o título? Bem, mal iniciei a leitura, percebi logo que se trata de um livro de auto-ajuda e que tanto o título como a capa se associam na perfeição a toda a ideia desenvolvida na obra.
Domingo é o dia de descanso, de reflexão e de estar em família. E o jogo é a vida, no qual o jogador principal é o leitor.
Ao longo do livro, Cassia Cassitas explica as regras do jogo e convida o leitor a participar nele. Por entre os textos repletos de metáforas, são-nos dados inúmeros conselhos a aplicar na nossa vida, se assim o entendermos ou precisarmos, bem como frases marcantes que nos fazem realmente pensar e questionar.

O jogo, o Domingo, o almoço e a família são os pilares deste livro.

Tal como o jogador, a família tem o seu devido destaque, ao representar as nossas origens, os nossos modelos de crescimento e ao ser um elemento fundamental em todos os momentos. A inclusão da família no jogo é opcional, porém preferível, pois o que é um almoço de Domingo sem ela?
Poderia esmiuçar muito mais a minha opinião e as ideias com que fiquei deste livro (creio que isto é sinal de que o livro exerceu em mim a sua intenção!), mas vou deixar que a curiosidade vos faça pegar neste livro e, quiçá, jogar este jogo. ;)

Sem comentários:

Enviar um comentário