sábado, 6 de janeiro de 2018

Livro recebido :: "Querido Mundo"

Olá! Quero mostrar-vos um livro que recebi recentemente e que já me deixou desejosa de o ler rapidamente: Querido Mundo, de uma menina síria chamada Bana Alabed, onde ela relata a sua história vivida na guerra da Síria. Quando o tive em mãos, não resisti sem ver as imagens e ler alguns excertos, e pude logo concluir que esta menina é muito corajosa e pretende passar uma mensagem de paz e esperança ao mundo.
Ainda sem ler o livro, já fiquei fã dela.

Título: Querido Mundo
Autora: Bana Alabed
Editora: Editorial Presença
Ano: 2017

Sinopse:
Quando Bana Alabed, uma menina de oito anos, acedeu ao Twitter para descrever os horrores da guerra na Síria, onde ela e a família viviam, as suas mensagens angustiantes emocionaram o mundo e deram voz a milhões de crianças inocentes.
A infância feliz de Bana foi subitamente interrompida pela guerra civil no país, quando tinha apenas três anos. Ao longo dos quatro anos seguintes, ela testemunhou diariamente os efeitos de bombardeamentos, a destruição e o medo. Esta aterradora experiência culminou no violento cerco de Alepo em que Bana, os pais e os dois irmãos mais novos ficaram encurralados, com escasso acesso a alimentos, água, medicamentos e outros bens essenciais.
Perante a permanente ameaça de morte causada pelas bombas implacáveis que caíam perto deles - uma delas destruiu por completo a casa onde habitavam -, Bana e a família não tiveram alternativa senão tentar deixar o cenário de violência em Alepo e procurar, apesar de todos os riscos, um plano de evacuação para a Turquia.
Escrito com as próprias palavras de Bana e incluindo cartas comoventes de Fatemah, sua mãe,
Querido Mundo não é apenas um relato absorvente de uma família num país em guerra - é também um olhar único e pungente de uma criança sobre uma das maiores crises de sempre da Humanidade. Bana perdeu a sua melhor amiga, a escola que frequentava, o lar e a sua terra natal. Mas não perdeu a esperança - para ela e para todas as crianças do mundo que são vítimas e refugiadas de guerra e que merecem uma vida melhor.

Sem comentários:

Enviar um comentário