domingo, 11 de setembro de 2016

11 de Setembro – 15 anos depois dos atentados


Foi há quinze anos. Lembro-me perfeitamente deste dia, apesar dos meus meros seis anos. Estava na sala, entretida com os meus brinquedos, e, de repente, toda a atenção se centrou nas notícias em directo na televisão. Na altura não percebia bem o que estava a passar-se, mas recordo-me de todos os momentos dos atentados, tão bem como se fosse hoje: os aviões a colidirem contra as Torres Gémeas, as pessoas aterrorizadas a fugirem, outras pessoas a atirarem-se das torres antes de elas colapsarem, as ruas repletas de estilhaços e pó.
Desde essa data, o mundo mudou. O terrorismo tornou-se parte do nosso quotidiano e amedronta-nos. Posteriormente, inúmeros ataques aconteceram – e, infelizmente, continuam a acontecer –, deixando em todos nós tristes marcas e a certeza de que não estamos seguros em nenhuma parte do planeta.

Como seria bom se todos nós vivêssemos em paz...

(...)
Imagine there's no countries
It isn't hard to do
Nothing to kill or die for
And no religion, too
Imagine all the people
Living life in peace (...)

1 comentário: